Morais de Castro implanta Automação de Coleta de Dados em Pernambuco

Eficiência na recepção, na estocagem e na retirada de produtos, eliminação de falhas, mais organização no armazenamento e facilidade na localização. Essas são algumas das vantagens trazidas pela implantação da ACD (Automação de Coleta de Dados), realizada no final de 2021 na unidade de Pernambuco da Morais de Castro.

Com a implantação, é possível perceber os ganhos em tempo de separação de produtos e expedição, informa o supervisor de operações Felipe Mascarenhas.

Desde a implantação, não temos registro de falhas na expedição de materiais. Como agora toda a empresa está com o processo automatizado, conseguimos acompanhar da sede os procedimentos da filial”, comenta. “A dedicação da equipe e a abertura das pessoas para realizar a implantação fizeram com que o processo fosse muito mais simples e muito tranquilo”, completa Felipe.

Paulo Queiroz, analista de sistemas sênior, destaca a facilidade de gestão do estoque promovida pela ACD e a segurança empresarial. “É possível saber onde o produto está, com rastreabilidade e controle. Além disso, a gestão do estoque é facilitada e requer menos tempo, pois é possível saber de forma ágil o que há em estoque, quantidades e onde está. Enfim, o processo fica mais dinâmico”, aponta Paulo.

Com a automação, quando a nota fiscal de compra de produtos é lançada no sistema, as etiquetas são impressas na hora e, quando os produtos são “bipados”, as movimentações de entrada e saída são atualizadas de forma online. A segurança no transporte também é um diferencial, pois o sistema só permite o fechamento do processo quando todos os produtos retirados forem bipados no local enviado.

São três pilares que fazem com que este investimento traga para a empresa muitos ganhos: a automação dos procedimentos, a segurança empresarial e a facilitação de gestão do estoque”, frisa Paulo.

Lista de produtos